CEAP – Centro Educacional Assistencial Profissionalizante

Jovens do CEAP apresentam projeto na Olimpíada Brasileira de Robótica.

Com o objetivo de estimular nos jovens o gosto pelo aprendizado e o desenvolvimento de competências socioemocionais como criatividade, pensamento crítico, relacionamento e trabalho em equipe. O CEAP – Centro Educacional Assistencial Profissionalizante – desenvolve diversas iniciativas nas quais proporciona aos alunos a oportunidade de serem protagonistas do seu processo educativo. Dessa forma, a organização adota em sua metodologia o PBL – Project Based Learning – ou em tradução livre, aprendizado baseado em projetos.

O PBL está presente não só no plano pedagógico de cada educador, como faz parte do calendário do CEAP, que promove anualmente eventos técnico-científicos como a Feira de Inovação e Ciências (FeCEAP) e o Demoday, onde os jovens são desafiados a encontrar e prototipar soluções para problemas existentes na sociedade.

Esse trabalho não está restrito apenas a atividades internas, com o consequente aprimoramento técnico, conseguimos obter algumas conquistas ao longo dos anos, como os 32 prêmios na Febrace e mais recentemente a Sedcitec Junior no final do último ano (2018), cada vez mais vem se tornando uma realidade presente na vida dos jovens, que antes dos 18 anos têm a oportunidade de abrir diversas portas e contribuir com a “construção” do futuro. 

Nesse sentido, duas equipes formadas por jovens do CEAP, dos cursos de complemento escolar e técnico-profissionalizante, com idades de entre 10 e 18 anos, participaram no último domingo (05) da OBR – Olímpiada Brasileira de Robótica – evento que nesta edição contou com mais de 200 mil participantes.

Para garantir a participação no evento os jovens contaram com a mentoria de diversos professores, como Bruno Serafim, atual professor de robótica da organização, que atuou como “Técnico” dos grupos.  Com pouco mais de três meses para a construção, programação e teste dos circuitos os alunos “abriram mão” voluntariamente de suas férias para que fosse possível produzir seus robôs 100% autônomos.

Durante a etapa regional, as equipes apresentaram seus projetos, em uma simulação em ambiente real de desastre, onde o resgate das vítimas necessitava ser realizado por robôs, de maneira ágil, superando terrenos irregulares, transpondo caminhos onde o percurso não pode ser reconhecido, desviando de escombros e subindo montanhas para conseguir salvar as vítimas.

O CEAP parabeniza os jovens participantes e o empenho de seus professores!

A OBR tem como objetivo estimular os jovens a ingressarem em carreiras científico-tecnológicas, identificar jovens talentosos, promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem brasileiro, disseminar, incentivar e divulgar a robótica pelo Brasil. A coordenação nacional do evento está sediada na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

O CEAP é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, localizada no extremo sul de São Paulo que oferece cursos técnico-profissionalizante e de complemento escolar de forma gratuita para jovens de 10 a 18 anos regularmente matriculado no ensino fundamental.